Eno Cultura – Cursos em Vinhos, Destilados e Eventos Corporativos no Brasil
Eno Cultura, Cursos de Vinhos no Brasil

Eno Cultura, Cursos de Vinhos no Brasil

Eno Cultura, WSET

Eno Cultura, Eventos corporativos

Eno Cultura, Escola de vinhos / Wine School

Eno Cultura, Consultoria em vinhos em São Paulo

Whats'On

Fique por dentro das novidades que
acontecem no mundo dos vinhos
e destilados!

Apelações na Borgonha

Apelações na Borgonha

12/04/2018

As denominações de origem na Borgonha seguem uma hierarquia altamente organizada. Existem três níveis fundamentais: as denominações regionais, as comunais e as de vinha. As denominações regionais mais abrangentes são Bourgogne Rouge e Bourgogne Blanc; estes vinhos podem proceder de qualquer lugar da Borgonha. Existem também denominações regionais que cobrem áreas mais restritas, como Bourgogne Hautes Côtes de Nuits, Bourgogne Hautes Côtes de Beaune, Bourgogne Côte Chalonnaise Mâcon e Mâcon Villages.
O nível seguinte é o de denominações de origem comunais, cuja maior concentração é encontrada na Côte d’Or. Alguns exemplos: Gevrey-Chambertin e Meursault. Também existem denominações comunais na Côte Chalonnaise, e no Mâconnais. Chablis, muito mais ao norte, é também uma denominação de origem comunal.
O último nível da hierarquia é o das denominações de origem de vinha. São vinhas que receberam este estatuto por terem produzido consistentemente, ao longo dos séculos, uvas de altíssima qualidade. Esta classificação é especificada para vinhos tintos ou para vinhos brancos. Existem dois níveis nas denominações de origem de vinha: Premier Cru (mais baixo) e Grand Cru (mais alto). Um vinho Premier Cru será rotulado com o nome da vinha se todas as uvas provêm desta única vinha. Também é possível misturar uvas, suco ou vinhos provenientes de diferentes vinhas Premier Cru, desde que estejam localizadas na mesma comuna; estes vinhos são rotulados com o nome da comuna seguido da especificação Premier Cru. Em ambos os casos, o nome da comuna aparecerá sempre no rótulo.
Os vinhos Grand Cru estão entre os vinhos mais caros e procurados do mundo. Nestes casos, apenas o nome da vinha aparecerá no rótulo, juntamente com a expressão Grand Cru.
As indicações geográficas são extremamente importantes na Borgonha, e podem dar uma ideia do estilo do vinho. Em geral, os vinhos provenientes de denominações regionais são os que têm menos corpo e menos complexidade, com predominância de sabores de fruta primária e passagem limitada (ou inexistente) por madeira. No outro extremo, os vinhos provenientes de vinhas Premier Cru e Grand Cru são concentrados e complexos, normalmente envelhecidos em madeira – cujos aromas são equilibrados pela alta concentração da fruta (aromas primários). Os vinhos Premier Cru e Grand Cru de Chablis são uma exceção, pois usa-se bem menos madeira por lá.
Quer saber mais sobre rótulos de vinhos? Consulte nossa agenda de cursos em http://bit.ly/AgendaWorkshopsEnoCultura

Fonte - Eno Cultura e WSET Global